Kids

Cárie de mamadeira: conheça as causas, riscos e como prevenir

carie de mamadeira

O hábito de dar mamadeira para que o bebê adormeça não é nada saudável. A cárie de mamadeira é uma das consequências que podem afetar o seu bebê!

Você já ouviu falar que crianças de até três anos devem ficar longe do açúcar? Isso não é nenhuma mentira! Aliado à má higiene bucal, o contato com o açúcar pode provocar a cárie de mamadeira na criança.

O açúcar, contudo, é apenas um dos fatores que pode causar a doença. Os líquidos fermentáveis, por exemplo, também podem estar entre as causas que prejudicam os dentes dos pequenos.

A seguir, conheça mais sobre a doença e como evitá-la.

O que é a cárie de mamadeira?

A cárie dental é uma doença que se instala quanto temos a associação de diversos fatores como: placa bacteriana, higiene bucal deficiente e dieta inadequada.

A cárie de mamadeira é quando ocorre da cárie em bebês (até 3 anos de idade) em geral ocorre pela falta de higiene oral após alimentação noturna. Estes hábitos colaboram decisivamente para a doença se manifestar.

Após dormir sem a higiene correta, a criança fica sensível às bactérias que causam a cárie e desenvolvem a doença que pode ser detectada ainda no início pelo aparecimento de manchas esbranquiçadas nos dentes. A cárie de mamadeira, quando não tratada evolui e as manchas se tornam mais escuras. Pode chegar a provocar lesões nos dentes, tornando a dor intensa para os bebês e provocar a perda do dente de leite.

Adoçar o bico da chupeta, por exemplo, é outra atitude errada dos pais. O ideal é que as crianças não tenham contato com alimentos açucarados enquanto os dentes estão em fase de desenvolvimento. Além disso, a escovação é fundamental após cada refeição.

Riscos da cárie de mamadeira

A doença afeta os dentes, contudo, as suas consequências podem se estender. Os pais precisam ficar atentos aos riscos da cárie de mamadeira que pode afetar o desenvolvimento da fala e a formação dos dentes permanentes.

A mastigação é outro fator que também pode ser afetado pela cárie de mamadeira. Entre os riscos está até mesmo a necessidade de extração do dente após os estragos da cárie. Isso compromete toda a evolução da arcada dentária. Assim, a criança corre o risco de desenvolver dentes mal posicionados e uma mastigação errada.

Prevenção

A notícia positiva é que a cárie de mamadeira pode ser evitada. Mesmo afetando milhares de crianças, a doença é prevenida com hábitos corretos de higiene bucal, o que reduz as chances da sua ocorrência.

Os dentistas recomendam algumas dicas para que os pais possam prevenir a cárie de mamadeira nos filhos:

  • Caso dê mamadeira antes do bebê dormir, faça a escovação em seguida;
  • Nunca ofereça refrigerantes ou qualquer líquido açucarado;
  • Prefira copos ao invés de mamadeiras;
  • Leve os seus filhos ao dentista regularmente.

A melhor forma de prevenção, como você pode perceber, é a higienização correta. Os dentistas aconselham que os cuidados com a higiene utilizando escova de dente e creme dental iniciem logo que os dentes começam a nascer. Antes disso, a higiene é recomendada através da limpeza das gengivas com água e gaze.

Se você ainda tem dúvidas sobre a cárie de mamadeira e outras doenças, acompanhe o Meu Dentista Indicou. Lá você encontrará diversas informações relacionadas à saúde bucal e poderá saber muito mais!

Deixe um comentário

Clique para comentar

Deixar uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nós estamos aqui para ajudar seus pacientes a manter o sorriso sempre em dia, principalmente entre as consultas

Facebook

Copyright © 2018 Meu Dentista Indicou. Desenvolvido por E-gnição

To Top